Voltar ao site

Perspectiva 2020 BlackRocks

Grandes desafios e velhos problemas.

O ecossistema de startups de tecnologia está em franco crescimento, aumento do número de investimentos, unicórnios, hubs sendo construídos e/ou cada vez mais tecnológicos, no entanto, algumas coisas ainda não mudaram com a mesma intensidade, o público que acessa.

 

ABStartup realizou uma pesquisa em 2017 onde identificou 74% das startups possuem maioria de homens, sendo que 49% são compostas apenas pelos sócios e do total de startups, 76% operam com reservas pessoais.

 

Estados como Santa Catarina, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo e Paraná são os que possuem maior densidade de startups e apenas 15% das startups pesquisadas possuem igualdade de gênero. A pesquisa não levanta dados sobre cor e raça das pessoas pesquisadas.

 

Fundação Cabral identificou quais são os principais motivos para a maioria das startups morrerem em menos de 5 anos e estar instalada em uma aceleradora, incubadora ou parque tecnológico representa um fator de proteção para a sobrevivência da startup. “A possibilidade de ser descontinuada é 3,45 vezes menor do que a de uma empresa instalada em escritório próprio ou sala/loja alugada".

 

Disponibilidade de capital para investir no negócio também faz parte do top 5 das necessidades para se manter uma startup viva, conforme Fundação Cabral. Fizemos em Junho de 2019, uma pesquisa qualitativa com a maioria das startups que apoiamos em 2018 no BlackRocks e além dos desafios acima, há também os obstáculos de networking, conhecimento de tecnologias e desenvolvimento de equipe de trabalho.

 

Dedicação exclusiva dos fundadores também é um desafio tanto na pesquisa da Fundação Cabral como também aparecem nas entrevistas realizadas com as startups apoiadas pelo BlackRocks. E a desconfiança é um tema recorrente entre os BlackRockers.

 

Clientes, investidores, possíveis parceiros tendem a desconfiar veemente dos fundadores negros, questionando sobre cases, restringindo locais de atuação e muitas vezes questionamento a própria capacidade dos profissionais em operacionalizar a startup.

 

Sabemos que o mercado faz diversas perguntas que podem ser confundidas com os temas supracitados, mas o contexto, a forma como são colocadas geram diversas interpretações e entre elas o questionamento de quantas startups lideradas por pessoas negras passam pelo crivo de “qualidade do ecossistema”.

 

Um ambiente que proporcione aos empreendedores, grandes empresas, investidores e outros atores e atrizes do ecossistema, oportunidade de conexão se mantem relevante e urgente, pois o desenvolvimento de inovação é gerado por diversidade (nem preciso citar a quantidade de estudos que trazem estes dados).

 

Diante de todas estas necessidades, a atuação do BlackRocks é de extrema importância dentro do ecossistema para gerar o protagonismo cada vez maior de empreendedores negros de startup, os apoiando, dando visibilidade e gerando ponte para o ecossistema, promovendo o desenvolvimento econômico deste grupo e como consequência do seu entorno.

 

Nossos esforços como BlackRocks sempre foram e continuarão sendo para a capacitação qualificada de empreendedores em tecnologia, gerando oportunidades para negócios em fase de operação que possuem capacidade de crescimento e escala, seja pelo mercado ou pela inovação que carrega.

 

2020 será um ano de muitas ações para o fomento da transformação sistêmica no empreendedorismo tecnológico, que obviamente não depende única e exclusivamente do BlackRocks, muito menos do que muitos ainda acreditam que este tipo de ação gera – assistencialismo - , mas sim também, dos esforços daqueles que acreditam que a capacitação qualificada cada vez maior de negócios pode gerar um desenvolvimento econômico para o país como todo.

 

 

Fontes

 

https://abstartups.com.br/PDF/radiografia-startups-brasileiras.pdf

 

http://acervo.ci.fdc.org.br/AcervoDigital/Artigos%20FDC/Artigos%20DOM%2025/Causas%20da%20mortalidade%20das%20startups%20brasileiras.pdf

 

 

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OKSubscrições powered by Strikingly